top of page

Catarina Vieira

Catarina Vieira

©Francisca Laureano

Biografia

Catarina Vieira. 1983, Aveiro, Portugal. Criadora e performer baseada em Lisboa.
Licenciada em Formação de Atores e Encenadores, em 2007, pela Escola Superior de Teatro e Cinema (Lisboa). Mestrado Das Theatre, da Das Graduate School (Amsterdam), como bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian. Entre 2007 e 2015, criou, em colaboração com Solange Freitas, os espetáculos: Go Tell Fire To The Mountain (2015); ExMachina (2014); Bugs (2013); O Festim (2012), em colaboração com o criador Tiago Cadete; Fora de Jogo (2011); Temporária (2010); Lá e Cá (2007). Em nome individual, foi
responsável pela criação e direção artística do espetáculo Chego sempre atrasada aos funerais importantes, no Teatro Maria Matos (2018); do projeto Matéria (2019/2020), um estúdio aberto para a partilha de práticas artísticas; e d’As canções que cantamos contra os muros que limpamos (2022), em colaboração com Aixa Figini e Josefa Pereira.

Sinopse do Projeto

Lugar X pretende refletir sobre os mecanismos de extração de valor dos corpos, dos
ecossistemas, da vida e das relações. O capitalismo marca com um X o lugar do tesouro.
Faz mapas para se lembrar onde algo valioso ficou esquecido, escondido. Neste momento,
já não há mais nenhum lugar, corpo, ou forma de vida por marcar. Este projeto pretende
criar mapas ficcionais dos lugares onde não queremos ou onde não podemos voltar, porque
já não há nenhuma riqueza para extrair, nem nenhum prazer para descobrir. E, ao mesmo
tempo, imaginar narrativas com pistas falsas, que apagam vestígios, sobre o que ainda
queremos e podemos preservar.
Interessa-me muito responder à pergunta: o que há depois de desistir?, de modo expandir o
imaginário dos modos e operações disponíveis, para reanimar objetos, matérias, sentidos,
afetos, apesar da e na devastação.

https://catarinavieira.net/Lugar-x

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Youtube Icon
bottom of page