React_banner FB_dez22png.png

RE-ACT // UMA FORMAÇÃO ESPECIALIZADA 
 

O Re.ACT é um projeto de formação especializada dirigido a profissionais das áreas das artes cénicas, teatro e performance, e a profissionais da área da educação, professores e educadores, animadores.
Abrimos esta sala à reflexão conjunta com um grupo de pares e com um/a formador/a profissional com experiência comprovada na área.


Nesta edição, projetamos duas formações que refletem o trabalho que a Companhia Cepa Torta tem vindo a desenvolver ao longos dos anos e que combina duas especialidades: o trabalho em comunidade e o trabalho do contador de histórias, em duas formações que decorrem paralelamente.

separador.jpg

DETALHES // 

Horário

10 e 11 Dezembro 2022 |

10h00 - 13h00 e 14h00 - 18h00

(os dois módulos decorrem em simultâneo)

Local

Biblioteca de Marvila 

António Gedeão, 1950-374 Lisboa

Informações | producao@cepatorta.org 

Consulte o Regulamento

 

Preço  40 euros (cada módulo)

Inscrições 

 

Formulário inscrição: Módulo "Práticas e poéticas na criação comunitária.

Formulário inscrição: Módulo "Quem conta um conto acrescenta um poema - Práticas e conceitos da narração oral"

 

Data limite inscrição 

08/12 /2022  | Vagas limitadas

separador.jpg

​MÓDULOS //

PRÁTICAS E POÉTICAS
NA CRIAÇÃO COMUNITÁRIA


 

Alunos de teatro

10 e 11 de dezembro 2022

claudia.jpg

QUEM CONTA UM CONTO ACRESCENTA UM POEMA
Práticas e conceitos da narração oral

Professor e crianças na biblioteca

10 e 11 de dezembro de 2022

2022_ESCUTADORES_CONTARASABELHAS-43_edited_edited.jpg

EQUIPA //

Curadoria Companhia Cepa Torta 

Produção Inês Achando

Assistência de Produção Beatriz Sousa

Design Edoardo Trave  

 

separador.jpg

​MÓDULOS JÁ REALIZADOS //

PERFORMANCE

aula de dança

Realizado Outubro 2021

Iremos criar um laboratório de experimentação criativa, que indaga as possibilidades da dança, do movimento e da performance como prática política de ativação do corpo. Serão investigados modos de atenção e estados de consciência que permitam a reconfiguração dos filtros que usamos para entender a “realidade”. Através da pesquisa de movimento com base na perceção e sensação, conexão corpo-mente e expansão dos sentidos, preparar-se-á outro corpo, articulado, que exprime a linguagem não linear e complexa oriunda da tópica emocional, sensorial e imaginativa, permitindo que a forma apareça através da sensação e da atenção. A prática de liberdade, sem as diversas “programações” a que estamos sujeitos enquanto seres humanos, ao desconstruir e reconstruir as múltiplas imagens que temos de nós próprios, e do mundo, enquanto dançamos. A noção de dança será constantemente posta em causa através da reconfiguração dos padrões de comportamento e identidade. Abarcar-se-á o jogo, o jogar a sério, que é brincar, porque brincar é essencial para a perceção lúcida da realidade, desligada da auto-censura e em sintonia com a curiosidade.

APOIOS //

República Portuguesa / Direção-Geral das Artes, Câmara Municipal de Lisboa e Biblioteca de Marvila

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Youtube Icon