temporada 2021

Esta é a 5ª temporada do Festim de leituras interpretadas de textos de teatro. De Março a Julho de 2021, serão apresentados 6 novos textos, tanto online como em 9 palcos nacionais, com cerca de 20 intérpretes, num ciclo inteiramente dedicado à escrita teatral no feminino.

 
APRESENTAÇÕES*

Dias Inteiros nas Árvores

Marguerite Duras

Entre 2 e 9 de Abril e 1 de Julho 2021

Cinderela

Lígia Soares

29, 30 de Abril e 1 de Maio 2021

Os Aliens

Annie Baker

21, 22 e 23 de Maio 2021

Outros sons

Lígia Souza

5 e 6 de Junho 2021

Justamente

Ali Smith

18, 19, 20 e 27 de Junho 2021

Sempre que Acordo - Peça vencedora Prémio Nova Dramaturgia de Autoria Feminina

Lara Mesquita

16, 17 e 18 de Julho 2021

2P4A2527.jpg

*As datas e horas das apresentações ao vivo estão sujeitas a alteração conforme o evoluir da situação pandémica e das orientações emanadas pela DGS e o Governo de Portugal.

GALERIA DE IMAGENS

 
​PRÉMIO NOVA DRAMATURGIA DE AUTORIA FEMININA

Entre 1 de Dezembro de 2020 e 31 de Janeiro de 2021, estiveram abertas candidaturas para um concurso literário a nível nacional, dirigido a pessoas que se identificam com o género feminino, sejam cisgénero ou transgénero, com ou sem obra prévia editada, para premiar um texto inédito de teatro. A grande vencedora foi Lara Mesquita com o seu texto "Sempre que acordo"  

SEMPRE QUE ACORDO é um texto dramático pensado para existir num formato de conferência-performance, onde duas mulheres negras inventariam o trauma do racismo português.  Perante a consciencialização dessa "condição especial" de existir e depois da investigação dos seus efeitos na construção da identidade dessas mulheres, tem-se uma partilha íntima de biografias, com recurso a provocações intelectuais direccionadas ao leitor.
SEMPRE QUE ACORDO foi escrito depois do estudo da memória destas duas mulheres e serve como meio de denúncia de informação "privilegiada".

 Lara Mesquita

A escolha de Sempre que Acordo recaiu essencialmente sobre dois aspetos. O texto demonstra ter uma ideia de teatro, destacando-se a autora das demais candidatas.
A autora de Sempre que Acordo  é audaz na forma como aborda “o elefante na sala” da falta de representatividade de negros na produção profissional no teatro português.
Esta obra dialoga transversalmente com a ausência de um discurso racializado no teatro português. Fá-lo de forma frontal, do ponto de vista de uma primeira pessoa, dando conta do racismo estrutural, evidente na experiência da autora como artista.

Cláudia Lucas  Chéu, Miguel Castro Caldas e Rui Pina Coelho

O Prémio

 

De acordo com o International Centre for Women Playwrights, ONG que se dedica ao estímulo do trabalho das mulheres dramaturgas, 70% das peças produzidas anualmente no mundo são de autoria masculina. Na edição de obras o número ainda desce mais - em Portugal estimamos que menos de 15% dos textos editados são de mulheres. Este panorama em nada favorece a diversidade e a riqueza da produção artística, impedindo a inovação trazida pelo olhar feminino de criadoras que, sem um estímulo adequado, continuam a estar arredadas dos circuitos necessários para a divulgação das suas obras. Na direção artística do Esta noite grita-se temos tido dificuldades em fazer um equilíbrio do género autoral porque as opções de escolha são muito reduzidas no que toca a dramaturgas. Somente através do estímulo à criação será possível mudar esta realidade e garantir que mais mulheres artistas arriscam e publicam os seus trabalhos.

 

O Prémio Nova Dramaturgia de Autoria Feminina foi assim dirigido a autoras com ou sem trabalhos publicados ou apresentados publicamente, e premiará um texto inédito. O prémio, no valor pecuniário de 500 €, é acompanhado pela edição em livro numa parceria com a Douda Correria, editora sediada em Lisboa, e pela leitura pública integrada na programação do Festim, em Junho de 2021. O júri desta 1ª edição foi constituído por Cláudia Lucas Chéu, Miguel Castro Caldas e Rui Pina Coelho.

 
OFICINAS DE LEITURA

Oficinas destinadas ao público jovem, para trabalhar activamente a análise e leitura de textos de teatro.

Oficinas destinadas a jovens com idades compreendidas entre os 10 e os 15 anos. Os participantes serão desafiados a interpretar uma cena, um conto, ou texto. Com base em ferramentas dadas pelo formador, serão introduzidos conceitos sobre criação de personagem, relação entre o ator e o público e a contracena entre colegas. O único requisito é a vontade de descobrir aquilo que existe detrás dos textos. Total de 5 sessões com apresentação no final.
 

Centro Cultural Malaposta - Odivelas
Oficina: 8, 9 15 e 16 de maio 2021
Apresentação: 23 maio 2021

 

Cineteatro Marques Duque - Mértola
Oficina: 8, 9 15 e 16 de maio 2021

Apresentação: 21 maio 2021

Inscrições aqui em breve.

OFICINAS DE LEITURA

Oficinas destinadas ao público jovem, para trabalhar activamente a análise e leitura de textos de teatro.

Oficinas destinadas a jovens com idades compreendidas entre os 10 e os 18 anos. Os participantes serão desafiados a interpretar uma cena, um conto, ou texto. Com base em ferramentas dadas pelo formador, serão introduzidos conceitos sobre criação de personagem, relação entre o ator e o público e a contracena entre colegas. O único requisito é a vontade de descobrir aquilo que existe detrás dos textos. 
 

Centro Cultural Malaposta - Odivelas
Oficina: 15 e 16 de maio 2021

 

Inscrições aqui
 

Cineteatro Marques Duque - Mértola
Oficina: 8, 9 15 e 16 de maio 2021

Apresentação: 16 maio 2021

Inscrições através dos contactos:
286 610 108 /  biblioteca@cm-mertola.pt

 
PODCAST do ESTA NOITE GRITA-SE

Um podcast de leituras teatrais

Durante os últimos anos, o público que nos segue tem sublinhado o ato de escuta ativa que as leituras provocam, uma experiência que convida o espectador a imaginar as cenas a sucederem-se e a tornar-se encenador da peça que escuta.  Para aumentar o nosso alcance e levar esta experiência a mais pessoas, iniciámos o podcast Esta noite grita-se, que irá percorrer a programação das últimas edições, oferecendo em cada episódio um texto lido que aguarda quem o escute.

O Podcast Esta noite grita-se está disponível no Spotify, Apple Podcasts e outras plataformas, também no nosso canal de Youtube ou aqui no nosso site. 

ESTRUTURA CONVIDADA - 33 ÂNIMOS

Com o objetivo de ter connosco outras estruturas culturais que desenvolvem trabalho na área da divulgação da dramaturgia, contamos este ano com a 33 Ânimos

A programação deste ano é completada pela companhia 33  ânimos, cujo projeto Dramaturgia Transatlântica, um ciclo de dramaturgia contemporânea em língua portuguesa, pretende aproximar dramaturgos, atores e público. Com leituras de textos lusófonos, procuram transpor quaisquer barreiras que possam existir entre dramaturgos e os seus públicos potenciais.
Ao Esta noite grita-se, trazem-nos um texto da dramaturga brasileira Lígia Souza, intitulado Outros Sons.

Dias 5 e 6 de junho, no Teatro da Trindade/INATEL - Bilhetes

Ver aqui mais informação sobre o projeto Dramaturgia Transatlântica

 

E q u i p a

Esta noite grita-se '21

Direcção Artística

Miguel Maia
e Filipe Abreu

 

Direcção de Produção

Miguel Maia

Produção

Filipe Abreu Sónia Godinho

Comunicação

Sónia Godinho

Assessoria de Imprensa

Rita Bonifácio / Paris Texas

 

Fotografia

Sónia Godinho

Design Gráfico

Edoardo Trave

APOIOS

Siga o Esta Noite Grita-se através do Facebook e Instagram para estar sempre atualizado sobre as apresentações e iniciativas do projeto.

  • Facebook Esta noite Grita-se
  • Instagram Esta noite Grita-se
Info Geral:

PEDIDOS DE INFORMAÇÃO NO FORMULÁRIO

PARCEIROS

NÓS RESPONDEMOS

O QUE DESEJA SABER?

SIGA-NOS

ASSINE A NOSSA

NEWSLETTER

© 2021 COMPANHIA CEPA TORTA | Design by CPP & MMM | POLÍTICA DE PRIVACIDADE

NÓS RESPONDEMOS

NEWSLETTER

O QUE DESEJA SABER?

SIGA-NOS

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER 

E FIQUE A PAR DE TODAS AS INICIATIVAS

Ao submeter os seus dados está a autorizar o envio de emails. Poderá cancelar a subscrição a qualquer momento. Os dados dos subscritores da Newsletter destinam-se exclusivamente à divulgação das actividades da Companhia Cepa Torta e não serão facultados a terceiros.

Ao abrigo do Regulamento Geral de Protecção de Dados (RGPD), os dados pessoais podem ser consultados, actualizados ou eliminados pelo subscritor, bastando que nos contacte através do email companhia@cepatorta.org

Para mais informações consulte a nossa Política de Privacidade

© 2021 COMPANHIA CEPA TORTA | Design by CPP & MMM | POLÍTICA DE PRIVACIDADE

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Youtube Icon